quarta-feira, 23 de abril de 2008

Remedios x loucura

Tenho ultimamente enfrentado um feroz batalha contra certos medicamentos. Não desejo toma-los, mas o Grande Irmao, exige sempre que eu tome-os. Dizem que é para meu bem, mas não consigo acreditar. Pessoas que são falsas mentem o dia todo. E temos que conviver nessa grande mentira que é o mundo. Uma invenção em que a ética e a moral estão jogados para escanteio. Mas as pessoas ficam navegando nesse mar de mentiras sem saber pra onde ir. Aí vai uma dica: siga seu coração. Assim a vida fica menos penosa e mais aprazível. Mas aqueles que seguem seus corações vivem uma serie de dificuldades na triste vida. Ficamos sendo taxados de loucos, quando nossa loucura ja se acalmou. Mas a vida é mesmo assim, diria o sábio filósofo Pedro e seu companheiro Luís. O problema são os remédios que não ajudam a ficarmos sãos, mas sim nervosos, ansiosos. Mas a escolha é sempre minha, tomar ou não, levantar da cama ou não. Se eu voltar a ficar aprisionado nas quatro paredes sufocantes do meu quarto, aí sim a casa vai cair. Mas o máximo que faria seria me mudar para um ambiente mais agradável e menos mentiroso. Por enquanto é isso. Em breve mais notícias do triste retorno desse ser melancólico. Fui...

3 comentários:

Anônimo disse...

E se o Grande Irmão não for falso, mas estiver sendo movido por puro, simples e desinteressado afeto. Pode ser?

Anônimo disse...

oi Bié,

estou passando só pra dar uma força.
Vamos ver se a gente marca de fazer um encontro com o pessoal das antigas do projeto.

Bjim,

Cacau

Super ID disse...

claro que pode